Categorias
Empréstimo

Empréstimo Com Garantia de Imóvel [2021]: Vale Mesmo a Pena?

 No empréstimo com garantia de imóvel, você utiliza seu imóvel para conseguir o crédito com juros mais baixos.

Neste artigo, iremos revelar:

  • Como conseguir um empréstimo com garantia de imóvel;
  • Como evitar as taxas “escondidas”;
  • Como fugir das cláusulas abusivas.
  • Como negociar o empréstimo e garantir benefícios para você.

O que é empréstimo com garantia de imóvel?

O crédito com garantia de imóvel é um empréstimo destinada a cliente pessoa física, concedido mediante alienação fiduciária de bem imóvel dado em garantia da operação.

Isso quer dizer que você não se desfaz do seu bem e ainda pode utilizá-lo para conseguir o crédito com taxas de juros mais baixas (uma vez que o risco para o banco ou instituição financeira é menor).

O empréstimo com garantia de imóvel permite solicitar quantias elevadas de dinheiro, com longos prazos de pagamento e taxas de juros muito baixas. 

Nessa modalidade você dá uma garantia, no caso um imóvel, que pode ser uma casa, um apartamento ou terreno (que fará o pagamento do dinheiro adiantado).

Essa modalidade de empréstimo apresenta três principais vantagens:

  1. taxa de juros menor do que o empréstimo pessoal (que não tem garantia);
  2. volume maior de empréstimo;
  3. prazo maior para pagamento, podendo chegar a até 180 meses. 

Para quem precisa um valor alto para investir em um negócio ou fazer uma reforma, o empréstimo com garantia de imóvel é perfeito, uma vez que oferece limites a partir de R$ 30.000,00.

Como funciona o empréstimo com garantia de imóvel?

No empréstimo com garantia de imóvel, a pessoa usa uma propriedade para garantir o pagamento das parcelas.

Com isso, o cliente sinaliza para o banco ou a instituição financeira que não existe risco de inadimplência.

Para fazer o empréstimo com garantia de imóvel é necessário ter um imóvel com aproximadamente 70%-80% do valor quitado. Além disso, a documentação do imóvel tem que estar regularizada

Essa documentação será analisada pelo banco ou instituição financeira e a resposta pode demorar em torno de 30 dias.

Quanto mais certinho os documentos estiverem, mais rápido o empréstimo é liberado.

Durante o período do empréstimo com garantia de imóvel, a operação fica registrada em cartório, mas o bem continua no nome do proprietário e ele pode usufruir do imóvel, residindo ou alugando. Não há necessidade de desocupar. 

Quem pode pedir um empréstimo com garantia de imóvel?

Quem tem uma prioridade, como casa, apartamento ou terreno, tem direito ao empréstimo com garantia de imóvel e pode utilizar a quantia para diversos fins, como:

  • Realizar aquela viagem dos sonhos.
  • Investir em cursos de graduação, profissionalizantes, de especialização.
  • Empreender e tirar do papel o sonho de ser dono do próprio negócio.
  • Reformar a casa.
  • Ajudar na organização das finanças.
  • Contribuir para conservação do meio ambiente pela aquisição de soluções sustentáveis para você, para sua família e para seus negócios.
  • Alavancar seus projetos pessoais ou profissionais.

Na hora de buscar o crédito, o consumidor precisa se atentar ao quanto que ele consegue pagar todos os meses, para não comprometer mais do que 35% do salário com a parcela do empréstimo.

De acordo com a Joice Carla, especialista em educação financeira do Serasa Ensina, no caso do empréstimo com garantia de imóvel, é interessante que a pessoa tenha um apoio financeiro, uma vez que, provavelmente, ela não comprou o imóvel sozinha.

Recomenda-se fazer o pagamento das parcelas em dia e, se encontrar alguma dificuldade, dar prioridade ao empréstimo e buscar soluções imediatas para solucionar. Dessa forma, não corre nenhum risco de perder o imóvel. 

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo com garantia de imóvel?

Para fazer o empréstimo com garantia de imóvel, são necessários os seguintes documentos básicos:

  • RG
  • CPF
  • Certidão de nascimento ou casamento
  • Comprovante de residência
  • Comprovantes de renda
  • Extratos da conta bancária ou declaração de imposto de renda completa

Para apresentar o imóvel que servirá como garantia,  são necessários os seguintes documentos básicos:

  • Matrícula do imóvel
  • Capa de IPTU
  • Declaração Negativa de Débitos de Condomínio

Negativado pode pedir empréstimo com garantia de imóvel?

Sim, é possível.

Os bancos fazem análises de crédito para entender seu histórico e potencial como consumidor. Eles conseguem identificar, por exemplo, quantas vezes você já foi inadimplente e como se comportou no pagamento dessa dívida.

Normalmente, dívidas com conta de telefone, luz, água ou de lojistas, como Renner e C&A, por exemplo, são aceitas pelos bancos. 

Como saber se a taxa do empréstimo com garantia de imóvel é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo com garantia de imóvel tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo com garantia de imóvel?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo com garantia de imóvel?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo com garantia de imóvel com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo com garantia de imóvel para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • A maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • As contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Online Urgente [2021]: Não Seja Enganado

Se você precisa de um empréstimo online urgente, não deixe de ler este post.

Neste artigo, iremos revelar:

  • Onde conseguir um empréstimo online urgente;
  • Como evitar as taxas “escondidas”;
  • Como fugir das cláusulas abusivas.
  • Como negociar o empréstimo e garantir benefícios para você.

6 formas de conseguir um empréstimo online urgente

Existem várias plataformas de empréstimo pessoal que cobram taxas de juros mais baixas do que os grandes bancos.

Confira abaixo as principais:

  1. Geru
  2. Lendico
  3. Just
  4. Simplic
  5. Moneyman
  6. Creditas

Geru

  • Geru cobra uma taxa de juros de 1,88% a 5,0% ao mês.
  • O prazo de pagamento do empréstimo varia entre 12 meses, 18 meses, 24 meses, 30 meses e 33 meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo que você consegue varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Lendico

  • Lendico cobra juros de 2,79% a 5,26% ao mês.
  • O prazo de pagamento também varia entre 12 meses, 18 meses, 24 meses, 30 meses e 33 meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo que você pode conseguir varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Just

  • Just tem uma taxa de juros de 2,8% a 8,2% ao mês.
  • O prazo de pagamento varia de 6 meses a 24  meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Simplic

  • Simplic faz empréstimo pessoal para negativados e tem uma taxa de juros de 15,8% a 17,9% ao mês. A taxa é alta, pois eles têm um maior risco de não receber de volta o dinheiro.
  • Prazo de pagamento é 3 meses, 6 meses, 9 meses e 12 meses.
  • Valor mínimo e máximo do empréstimo varia entre R$ 500,00 e R$ 3.500,00.

Moneyman

  • Moneyman tem um taxa de juros de 11,70% a 15,70% ao mês. A taxa é alta, pois eles emprestam para negativados.
  • O prazo de pagamento é de 3 meses a 12 meses.
  • Valor mínimo e máximo do empréstimo varia de R$ 200,00 a R$ 3.000,00.

Vale ressaltar que se o seu nome está sujo, provavelmente você não conseguirá um empréstimo online com uma taxa de juros baixa, como nas plataformas Geru, Lendico e Just. 

Creditas

  • Creditas oferece o empréstimo com garantia de imóvel. A taxa de juros é de 1,15% ao mês. 
  • O valor do empréstimo com garantia de imóvel é a partir de R$ 30.000,00
  • Já no empréstimo com garantia de veículo, é cobrado uma taxa de juros a partir de  1,75% ao mês.
  • O valor do empréstimo com garantia de veículo é a partir de R$ 2.000,00

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo online urgente?

Para ter uma rápida aprovação de um empréstimo, é necessário enviar os seguintes documentos para as instituições financeiras:

  • Documento oficial com foto: RG, carteira do órgão (OAB, CRM, etc.), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), passaporte ou carteira de trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de renda: holerite, contracheque, extrato bancário, carteira de trabalho ou declaração do imposto de renda;
  • Comprovante de residência: Contas de água, luz, telefone (celular ou fixo), contrato de aluguel com firma reconhecida em cartório, demonstrativos enviados pelo INSS, fatura de cartão de crédito, extrato do FGTS enviado pelo Caixa Econômica Federal, carnê de cobrança de IPTU ou IPVA, boleto de cobrança de plano de saúde, condomínio, financiamento imobiliário ou mensalidade escolar.

Quem pode pedir um empréstimo online urgente?

Para fazer um empréstimo online urgente, você precisa:

  • Ser cliente de um banco, ou;
  • Entrar em contato com uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes (como as que citamos acima).

Negativado pode pedir empréstimo online urgente?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para negativados. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Como saber se a taxa do empréstimo online urgente é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo online urgente tem cláusulas abusivas?

 

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo online urgente?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo online urgente?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo online urgente com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo online urgente para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • A maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • As contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Urgente [2021]: Não Seja Enganado

Se você precisa de um empréstimo urgente, não deixe de ler este post.

Neste artigo, iremos revelar:

  • Onde conseguir um empréstimo urgente;
  • Como evitar as taxas “escondidas”;
  • Como fugir das cláusulas abusivas.
  • Como negociar o empréstimo e garantir benefícios para você.

6 formas de conseguir um empréstimo urgente

Existem várias plataformas de empréstimo pessoal que cobram taxas de juros mais baixas do que os grandes bancos.

Confira abaixo as principais:

  1. Geru
  2. Lendico
  3. Just
  4. Simplic
  5. Moneyman
  6. Creditas

Geru

  • Geru cobra uma taxa de juros de 1,88% a 5,0% ao mês.
  • O prazo de pagamento do empréstimo varia entre 12 meses, 18 meses, 24 meses, 30 meses e 33 meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo que você consegue varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Lendico

  • Lendico cobra juros de 2,79% a 5,26% ao mês.
  • O prazo de pagamento também varia entre 12 meses, 18 meses, 24 meses, 30 meses e 33 meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo que você pode conseguir varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Just

  • Just tem uma taxa de juros de 2,8% a 8,2% ao mês.
  • O prazo de pagamento varia de 6 meses a 24  meses.
  • O valor mínimo e máximo do empréstimo varia de R$ 2.000,00 a R$ 50.000,00.

Simplic

  • Simplic faz empréstimo pessoal para negativados e tem uma taxa de juros de 15,8% a 17,9% ao mês. A taxa é alta, pois eles têm um maior risco de não receber de volta o dinheiro.
  • Prazo de pagamento é 3 meses, 6 meses, 9 meses e 12 meses.
  • Valor mínimo e máximo do empréstimo varia entre R$ 500,00 e R$ 3.500,00.

Moneyman

  • Moneyman tem um taxa de juros de 11,70% a 15,70% ao mês. A taxa é alta, pois eles emprestam para negativados.
  • O prazo de pagamento é de 3 meses a 12 meses.
  • Valor mínimo e máximo do empréstimo varia de R$ 200,00 a R$ 3.000,00.

Vale ressaltar que se o seu nome está sujo, provavelmente você não conseguirá um empréstimo online com uma taxa de juros baixa, como nas plataformas Geru, Lendico e Just. 

Creditas

  • Creditas oferece o empréstimo com garantia de imóvel. A taxa de juros é de 1,15% ao mês. 
  • O valor do empréstimo com garantia de imóvel é a partir de R$ 30.000,00
  • Já no empréstimo com garantia de veículo, é cobrado uma taxa de juros a partir de  1,75% ao mês.
  • O valor do empréstimo com garantia de veículo é a partir de R$ 2.000,00

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo urgente?

Para ter uma rápida aprovação de um empréstimo, é necessário enviar os seguintes documentos para as instituições financeiras:

  • Documento oficial com foto: RG, carteira do órgão (OAB, CRM, etc.), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), passaporte ou carteira de trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de renda: holerite, contracheque, extrato bancário, carteira de trabalho ou declaração do imposto de renda;
  • Comprovante de residência: Contas de água, luz, telefone (celular ou fixo), contrato de aluguel com firma reconhecida em cartório, demonstrativos enviados pelo INSS, fatura de cartão de crédito, extrato do FGTS enviado pelo Caixa Econômica Federal, carnê de cobrança de IPTU ou IPVA, boleto de cobrança de plano de saúde, condomínio, financiamento imobiliário ou mensalidade escolar.

Quem pode pedir um empréstimo urgente?

Para fazer um empréstimo urgente, você precisa:

  • Ser cliente de um banco, ou;
  • Entrar em contato com uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes (como as que citamos acima).

Negativado pode pedir empréstimo urgente?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para negativados. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Como saber se a taxa do empréstimo urgente é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo urgente tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo urgente?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo urgente?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo urgente com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo urgente para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • A maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • As contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo SANTANDER [2021]: Não Seja Enganado

Neste artigo, iremos revelar:

  • Como funciona o empréstimo Santander;
  • Se este modelo de empréstimo realmente vale a pena.

Quem pode pedir um empréstimo Santander?

O empréstimo pessoal do Santander é uma opção exclusiva para quem tem conta no banco.

Para quem não tem conta no Santander, será necessário abrir uma conta. Para tanto, basta ir até uma agência do Santander levando os documentos abaixo:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de renda atualizado
  • Comprovante de residência recente (emitido dentro de 90 dias)
  • Uma cópia de sua última declaração de imposto de renda de pessoa física, com o respectivo recibo de entrega.

*É importante ressaltar que abrir a conta não garante que o empréstimo será concedido.

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo Santander?

Você pode contratar o empréstimo no Santander das seguintes formas:

  • Internet Banking
  • Agências Santander

Negativado pode pedir empréstimo Santander?

Para obter um empréstimo no Santander, você precisa ter uma boa movimentação na conta.

Dessa forma, o banco vai analisar mês a mês sua conta e seu “Serasa Score”. Se estiver de acordo com os critérios, o banco libera o crédito.

Se você está com nome sujo, veja abaixo algumas opções de empréstimo para negativados:

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo Itaú?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

Como saber se a taxa do empréstimo Santander é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo Santander tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo Santander?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

O que fazer se você contratou um empréstimo Santander com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo Santander para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo no ITAÚ [2021]: Não Seja Enganado

Neste artigo, iremos revelar:

  • Como funciona o empréstimo Itaú;
  • Se este modelo de empréstimo realmente vale a pena.

Quem pode pedir um empréstimo Itaú?

O empréstimo pessoal do Itaú é uma opção exclusiva para quem tem conta no banco.

Para quem não tem conta no Itaú, será necessário abrir uma conta. Para tanto, basta ir até uma agência do Itaú levando os documentos abaixo:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de renda atualizado
  • Comprovante de residência recente (emitido dentro de 90 dias)
  • Uma cópia de sua última declaração de imposto de renda de pessoa física, com o respectivo recibo de entrega.

*É importante ressaltar que abrir a conta não garante que o empréstimo será concedido.

Como solicitar um empréstimo Itaú?

Você pode contratar o empréstimo Itaú das seguintes formas:

  • Internet Banking
  • Agências Itaú
  • Telefone 0800 728 0728

O banco irá analisar seu cadastro para aprovar e definir o limite do empréstimo.

Negativado pode pedir empréstimo Itaú?

Dificilmente os grandes bancos aprovam empréstimos para quem tem nome sujo e está negativado. De toda forma, se você já tem conta no Itaú, confira se existe algum empréstimo pré-aprovado. Mas, se ainda não tem conta no Itaú, dificilmente conseguirá abrir uma com o nome sujo.

Se você está com nome sujo, veja abaixo algumas opções de empréstimo para negativados:

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo Itaú?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

Como saber se a taxa do empréstimo Itaú é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo Itaú tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo Itaú?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

O que fazer se você contratou um empréstimo Itaú com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo Itaú para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo na CAIXA [2021]: Não Seja Enganado

Neste artigo, iremos revelar:

  • O que é o CDC (Crédito Direto Caixa) automático da Caixa;
  • Como funciona o empréstimo pessoal;
  • Se este modelo de empréstimo realmente vale a pena.

Quem pode pedir um empréstimo na Caixa?

O CDC Automático é uma linha de crédito pré-aprovado que dispensa avalistas e pode ser contratado pelo internet banking, o aplicativo da Caixa ou terminais de autoatendimento. 

Os requisitos para pedir um empréstimo na Caixa são:

  1. Maior de 18 anos ou emancipado.
  2. Possuir conta na Caixa.
  3. Estar sem restrição em cadastros de inadimplentes, como SERASA e SPC.

O valor contratado é disponibilizado diretamente na conta, sem burocracia, e você tem até 48 meses para pagar

Você pode utilizar o dinheiro como quiser: realizar a viagem dos sonhos, investir em cursos e qualificação profissional, equilibrar as finanças e liquidar suas dívidas.

Como solicitar um empréstimo Caixa?

Você pode contratar o empréstimo na Caixa das seguintes formas:

  • Internet Banking
  • Agências Caixa
  • Telefone 0800 726 0505

O banco irá analisar seu cadastro para aprovar e definir o limite do empréstimo. Esse processo pode ser feito antes ou depois da abertura da conta.

Se o CDC Automático for aprovado, o valor é disponibilizado diretamente na conta, sem burocracia, e você tem até 48 meses para pagar. .

Como saber se a taxa do empréstimo Caixa é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo Caixa tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo Caixa?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo Caixa?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo Caixa com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo Caixa para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Pessoal Online [2021]: Não Seja Enganado

Você não precisa mais sair do conforto da sua casa e enfrentar fila em agência de banco para pegar um empréstimo.

Hoje, existem as fintechs:

Empresas de tecnologia aplicadas ao mercado financeiro que oferecem empréstimos online, com um processo fácil, rápido, barato e transparente

Porém, é necessário tomar cuidado com os juros altos e as fraudes na internet. E é sobre isso que falaremos neste artigo.

Descubra neste post como evitar golpes e entenda a razão do empréstimo online ser tão vantajoso.

Como saber se a taxa do empréstimo pessoal online é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo pessoal online tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo pessoal online?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Quem pode pedir um empréstimo pessoal online?

Para fazer um empréstimo pessoal online você precisa:

  1. Ser cliente de um banco, ou;
  2. Entrar em contato com uma instituição financeira (autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes).

Negativado pode pedir empréstimo pessoal online?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para pessoas com nome sujo. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo pessoal online?

É necessário o cadastro de suas informações (no banco ou na instituição financeira) e documentos para análise de crédito, como:

  • CPF
  • RG
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo pessoal?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo pessoal com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo pessoal para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Consignado [2021]: Não Seja Enganado

Pedir empréstimo no Brasil é sinônimo de altas taxas de juro.

Porém, existe uma modalidade que é mais barata do que as outras disponíveis. Estamos falando do empréstimo consignado.

O empréstimo consignado é destinado a:

  • aposentados e pensionistas do INSS;
  • servidores públicos e pensionistas de órgãos federais, estaduais e municipais;
  • militares e pensionistas das Forças Armadas;
  • funcionários do setor privado com carteira assinada.

Diferente de outros empréstimos, o consignado é descontado diretamente da folha de pagamento do servidor.

No Brasil há muitas opções de banco para contratar um empréstimo consignado. Porém, dependendo do local ou do agente o servidor pode não receber todas as informações corretas

Por isso, neste artigo iremos explicar o que é o empréstimo consignado e como fazê-lo sem taxas e cláusulas abusivas.

O que é empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma modalidade de crédito pessoal em que o valor das parcelas é descontado diretamente na folha de pagamento ou benefício INSS.

O crédito pode ser obtido em bancos ou instituições financeiras no valor limite de 35% do valor mensal do salário, aposentadoria ou pensão.

O empréstimo consignado é considerada uma das mais baratas modalidades de empréstimo que existem no mercado. 

Quem pode pedir um empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é destinado a:

  • aposentados e pensionistas do INSS;
  • servidores públicos e pensionistas de órgãos federais, estaduais e municipais;
  • militares e pensionistas das Forças Armadas;
  • funcionários do setor privado com carteira assinada.

Como funciona o empréstimo consignado?

A parcela do empréstimo consignado é descontada diretamente na folha de pagamento. 

Pela Lei nº 13.172 de 2015, a porcentagem do salário que pode ser comprometida para o valor das parcelas do empréstimo aumentou de 30% para 35%.

Ou seja, se você ganha R$ 1.000,00 (100%), o valor máximo da parcela do seu empréstimo é de R$ 350,00 (35%)

No caso do exemplo acima, quem contrata o empréstimo consignado precisa estar ciente de que, por um determinado período, não terá o salário de R$ 1.000,00, mas de R$ 350,00. Então, é importante fazer um planejamento bem feito para não fazer dívidas e complicar a vida financeira.

É possível ter mais de um empréstimo consignado?

A resposta é: sim!

Você pode contratar mais de um empréstimo consignado, desde que a soma das parcelas não ultrapasse 35% do valor do salário

Se ganha R$ 1.000,00 (100%), você pode ter um empréstimo de R$ 200,00 (20%) e outro de R$ 150,00 (15%), por exemplo. 

As taxas do empréstimo consignado são mais baixas do que outras modalidades de empréstimo, como cheque especial e o rotativo do cartão de crédito.

De acordo com o Banco Central, a média das taxas dos cinco principais bancos brasileiros é:

  • Para consignado privado: média de 35% ao ano.
  • Para consignado público (aposentados e pensionistas do INSS): média 25% ao ano.

Isso acontece porque funcionários públicos têm estabilidade no emprego, e aposentados e pensionistas são pagos pelo INSS, que é uma autarquia federal.

Por outro lado, quem trabalha em empresa privada não tem estabilidade, podendo ser demitido a qualquer momento. Por causa disso, o banco entende que o risco é maior, o que implica em juros mais altos.

E se eu for demitido ou pedir demissão? Em ambos os casos, desde que esteja em contrato, a empresa do empréstimo consignado está autorizada a descontar em até 35% do valor da rescisão para abater a quantia devida. 

Se o valor da rescisão não for suficiente para quitar, você tem duas opções:

  1. Quitar o empréstimo;
  2. Renegociar a dívida diretamente com um banco, já que o consignado deixou de existir. 

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo consignado?

Os documentos necessários são:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço atualizado (pode ser uma conta de água, luz ou telefone);
  • Contracheque ou número de beneficiário do INSS para comprovar seu vínculo a alguma empresa que tenha convênio com bancos que ofereçam o consignado.

Além disso, é necessário informar no ato da contratação os dados bancários para receber o valor do empréstimo.

Negativado pode pedir empréstimo consignado?

Sim, negativado pode contratar um empréstimo consignado.

Como as parcelas da dívida são descontadas diretamente da folha de pagamento, o banco considera que existe uma fonte de renda para pagamento das prestações do consignado.

Como saber se a taxa do empréstimo consignado é abusiva?

O valor máximo da parcela mensal (margem consignável) é definido conforme o convênio estipulado entre o banco e a fonte pagadora na qual o servidor está inserido. 

Os juros abusivos em empréstimos consignados podem aparecer em duas situações:

  1. Ausência de entendimento entre as partes sobre a forma como serão aplicados os juros.
  2. A financeira cobra juros acima dos limites estabelecidos pelas Portarias do INSS.

Como saber se o contrato do empréstimo consignado tem cláusulas abusivas?

As taxas variam de acordo com sua fonte pagadora.

Atualmente existe uma taxa máxima de juros para empréstimos consignados. No entanto, isso não impede que muitos bancos estipulem juros abusivos, muito acima do teto permitido. Dessa forma, pesquise pelas “taxas máximas” no momento em que estiver lendo este post. Assim, você terá certeza de estar acessando os valores atualizados.

É muito importante fazer uma revisão do contrato. Isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo consignado?

É sabido que o consumidor não paga somente o valor que pediu como empréstimo.

O total da dívida compreende, além do valor solicitado: taxas de juros, encargos e outras tarifas.

Aproveitando essa situação, muitos bancos costumam embutir algumas taxas de juros no valor total das parcelas. 

Por essa razão, a fiscalização passou a ser mais incisiva para inibir essa prática. Mesmo assim, algumas instituições financeiras  insistem e cobram fora da legalidade. 

O ideal é ficar atento ao CET, que deve ser mencionado em contrato, pois ele revela o total da dívida a ser paga até o fim do contrato. 

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo consignado?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo consignado com cláusulas abusivas?

Siga os seguintes passos (preferencialmente assistido por um advogado especialista):

  1. Tenha acesso a toda documentação preenchida no momento do pedido do empréstimo (ou por requerimento administrativo, junto ao banco, ou por medida judicial).
  2. Solicite à instituição financeira o requerimento administrativo referente ao empréstimo.
  3. Acione a medida judicial de Produção Antecipada de Provas, caso o banco não entregue a documentação requerida.
  4. Faça uma ação revisional do contrato. Nela, será feita a modificação de cláusula contratada, na qual incide o abuso dos juros. Essa é a medida para o caso de cobrança de juros acima das normativas do INSS.
  5. Em relação à indenização para cartão de crédito consignado, esse procedimento se faz com o pedido de indenização por danos morais pela indução do aposentado ou pensionista a ser levado ao erro.
  6. Por fim, analise a relação contratual para verificação de possíveis ilegalidades que podem ser perfeitamente identificadas, a partir da operação Identificação das Ilegalidades, até chegar ao ponto da recuperação de valores que geralmente são devolvidos em dobro pela instituição financeira. 

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo consignado para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Pessoal [2021]: Não Seja Enganado

O empréstimo pessoal pode ser utilizado como você quiser. Existem diversas opções para escolher, como empréstimo online e empréstimo consignado, e o pagamento pode ser feito de uma só vez ou em prestações mensais, com uma taxa pré ou pós-fixada.

Descubra neste post como conseguir um empréstimo e entenda quem pode pedir o crédito pessoal.

Como saber se a taxa do empréstimo pessoal é abusiva?

 

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo pessoal tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo pessoal?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET – Custo Efetivo Total: além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • O IOF – Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Quem pode pedir um empréstimo pessoal?

Para fazer um empréstimo online você precisa:

  1. Ser cliente de um banco, ou;
  2. Entrar em contato com uma instituição financeira (autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes).

Negativado pode pedir empréstimo pessoal?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para negativados. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo pessoal?

É necessário o cadastro de suas informações (no banco ou na instituição financeira) e documentos para análise de crédito, como:

  • CPF
  • RG
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo pessoal?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo pessoal com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo pessoal para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Categorias
Empréstimo

Empréstimo Online [2021]: Não Seja Enganado

Você não precisa mais sair do conforto da sua casa e enfrentar fila em agência de banco para pegar um empréstimo.

Hoje, existem as fintechs:

Empresas de tecnologia aplicadas ao mercado financeiro que oferecem empréstimos online, com um processo fácil, rápido, barato e transparente

Porém, é necessário tomar cuidado com os juros altos e as fraudes na internet. E é sobre isso que falaremos neste artigo.

Descubra neste post como evitar golpes e entenda a razão do empréstimo online ser tão vantajoso.

Como saber se a taxa do empréstimo online é abusiva?

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo online tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo online?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET (Custo Efetivo Total): além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Quem pode pedir um empréstimo online?

Para fazer um empréstimo online você precisa:

  1. Ser cliente de um banco, ou;
  2. Entrar em contato com uma instituição financeira (autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes).

Negativado pode pedir empréstimo online?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para negativados. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo online?

É necessário o cadastro de suas informações (no banco ou na instituição financeira) e documentos para análise de crédito, como:

  • CPF
  • RG
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo online?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo online com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo online para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • A maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • As contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.