Categorias
Entrevista de Emprego

Entrevista de Emprego [2021]: 10 Gafes Que Podem Te Eliminar

A entrevista é, na realidade, o estádio final do processo de candidatura de um emprego. Isso causa certa tensão no candidato, pois ele sabe que essa é a sua última chance.

Pesquisas realizadas na área de Recursos Humanos, revelam que os entrevistadores já formam opinião, positiva ou negativa, acerca dos entrevistados logo no primeiro contato.

Isso quer dizer que o candidato, se não estiver bem preparado, não terá tempo de refazer ou corrigir qualquer atitude indevida no  momento da entrevista.

Além disso, não é apenas a forma como entrou na sala, que cumprimentou o entrevistador que vai repercutir na avaliação. O que também contribui é à maneira como o candidato se veste.

10 gafes que podem te eliminar em uma entrevista de emprego

Confira 10 gafes que você deve evitar em uma entrevista de emprego:

  1. Falar mal do antigo empregador
  2. Negatividade
  3. Vida pessoal
  4. Prepare-se
  5. Informações imprecisas
  6. Resposta errada
  7. Vangloriar
  8. Sem noção da pretenção salarial
  9. Monossilábico
  10. Prolixo
  11. Dica extra: Autoconhecimento

Falar mal do antigo empregador

A primeira dica, por mais óbvia que pareça, eu não posso deixar de comentar, porque apesar de óbvia, ela é muito recorrente, é um que erro dos candidatos comecem com muita frequência que é falar mal do antigo empregador. 

E antigo empregador, nesse caso, entenda como sendo a empresa, os chefes ou os colegas de trabalho.

Trazer situações negativas é sempre ruim, independente do que você esteja falando. Evite isso na hora de pedir emprego. 

É preciso ter ética profissional. Mantenha a ética profissional. Discrição e confidencialidade é o que toda a empresa espera de um funcionário. Não gaste seu tempo durante uma entrevista tentando explicar o que aconteceu de errado no seu antigo emprego. 

Aproveite o seu tempo para trazer à tona situações positivas e não situações negativas. 

Negatividade

A dica de número dois tem relação com a primeira dica. Evite, ao máximo, trazer situações negativas, mesmo que a entrevista de emprego te force a falar sobre uma situação negativa. Busque sempre abordar a situação da maneira mais positiva possível. 

Lembre-se de que existem diversas maneiras de responder a uma mesma pergunta. Imagine você que acabou de conhecer uma pessoa e ela começa a trazer uma série de situações negativas. Qual é a percepção que você tem a respeito dessa pessoa? 

Vida pessoal

A terceira dica é evitar expor demais a sua vida pessoal. Trazer problemas familiares, de doença e financeiros durante uma entrevista de emprego é uma péssima ideia. Você não deve descarregar seus problemas pessoais com o recrutador. Em vez disso, valorize-se. Valorize a sua experiência e seu histórico profissional.

Prepare-se

A quarta gafe que pode destruir sua reputação na hora de pedir um emprego é n]ao estar preparado. Não conhecer a empresa e não conhecer seu próprio currículo. 

As pessoas vão para a entrevista e não conhecem a empresa. Isso demonstra que você não tem interesse naquilo. Então, você tem que conhecer, no mínimo, o que a empresa faz, qual é o segmento e quem são os principais concorrentes.

Quanto mais conhecimento sobre a empresa, mais preparado e tranquilo você vai estar para responder a questões e questionar.

Além disso, é necessário conhecer o próprio currículo. O recrutador faz uma pergunta a respeito de uma atividade mencionada no currículo e candidato não consegue responder.

Você precisa se lembrar de tudo que está escrito em seu currículo e estar seguro para responder sobre qualquer assunto citado no seu currículo. 

Informações imprecisas

Não ter certeza de datas, de cargos, o que você fez ou o que você deixou de fazer causa uma péssima impressão na hora de pedir um emprego.

Além de conhecer o seu currículo e conhecer a empresa, é importante que você não se engane com informações imprecisas. 

Resposta errada

A próxima gafe que deve ser evitada é dar uma resposta errada durante a entrevista de emprego.

Caso não souber alguma coisa, é melhor ser sincero e dizer “Eu não sei, eu posso me informar sobre isso e te dar uma resposta depois”.

Ou simplesmente falar “Desculpa, eu não conheço esse assunto, não sei responder a essa questão”. 

Ser honesto e usar essas duas respostas é melhor do que errar a questão por desconhecimento.

Uma resposta errada causa uma percepção negativa. Ninguém espera que uma pessoa saiba de tudo, então se você não tem certeza a respeito de alguma pergunta, não responda. Diga simplesmente que você não está certo sobre aquilo, que você não sabe como responder essa questão. Essa é a melhor resposta.

Vangloriar

“Eu fiz isso, eu fiz aquilo” e esquecer do “Nós”. 

O trabalho em equipe é um ponto muito valorizado pelas as empresas. 

É claro que você realizou uma série de conquistas em sua carreira e sim, você tem que se vangloriar disso, mas cuidado para não ficar girando muito tempo em torno de você mesmo e passar a impressão de que você é uma pessoa que não sabe trabalhar em equipe e que não sabe valorizar o trabalho dos colegas. 

Sem noção salarial

O outro erro que elimina uma série de candidatos é a noção salarial. Quando ele é questionado “Qual é a pretensão salarial?”, ele simplesmente responde com um valor totalmente irreal. Esteja preparado para informar a faixa salarial do cargo correta. 

Monossilábico

Esse é um problemas muito comum nas entrevistas de emprego.

Normalmente durante entrevistas de emprego, as perguntas são abertas e é impossível respondê-las com “Sim” ou “Não”. Muito menos com “Ahãm”, “É”, “Foi” e “Tá”. 

A intenção do recrutador é te escutar, então, evite respostas desse tipo e tente desenvolver um raciocínio em cima de cada resposta.

Prolixo

Você começa a falar, dá mil voltas e não chega a lugar nenhum. Esse também é um problema corriqueiro nos processos seletivos e que você deve evitar. 

Para isso, lembre do método SAR, que é situação, ação e resultado. 

É uma forma excelente de estruturar uma resposta. Você explica a situação, as ações que foram tomadas e apresenta o resultado é decorrido dessas ações. Essa maneira é muito boa para você não se perder nas respostas. 

Dica extra: Autoconhecimento

E a última gafe é não estar preparado para falar sobre si mesmo. Você tem que saber, você tem que se conhecer e você tem que saber falar sobre você. O autoconhecimento é o mínimo que um recrutador espera do profissional.

Como funciona uma entrevista de emprego?

Durante a entrevista, é muito importante a postura do candidato. Tal como o aspecto exterior, é o corpo o elemento que mais centraliza a atenção de um entrevistador profissional. 

Neste momento não é o conhecimento e a experiência que irão ditar a conquista de uma vaga, mas o corpo e a maneira como o candidato se comunica por meio dele. Por que é o corpo, à maneira de falar, sentar, que darão  sinais evidentes do estado de espírito, da confiança, da personalidade ou da maneira de lidar com as situações do candidato. 

Há uma estrutura padrão para entrevistas, que é geralmente adotada e que segue mais ou menos este modelo: 

  • cumprimento inicial,
  • conversa de caráter geral, para descontrair o candidato e estabelecer o contato,
  • breve resumo de si próprio, feito pelo candidato,
  • algumas questões sobre o meio familiar/relacional,
  • percurso educacional e habilitações,
  • apreciação sobre o emprego em causa e/ou a empresa,
  • agradecimentos e despedida.

Quais as perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego?

Quais as perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego?

Geralmente, os entrevistadores seguem um padrão que incluem basicamente as questões: 

  1. Como descreve o seu meio familiar de origem?
  2. Por que fez o curso?
  3. O que fez no emprego anterior? 
  4. Já fez este tipo de trabalho? 
  5. Por que deixou o emprego anterior? 
  6. Por que quer trabalhar na empresa? 
  7. Se viesse para a empresa o que mudaria? 
  8. Por que está desempregado?
  9. Aceita trabalhar nos fins de semana e feriados?
  10. Fale um pouco sobre você.
  11. Cite algumas qualidades.
  12. O que você faz no seu tempo livre?
  13. Como é seu convívio familiar?
  14. Quais são seus objetivos para o futuro, onde/como deseja estar daqui a 10 anos?
  15. Quais são suas expectativas ao iniciar um novo emprego?
  16. Qual foi a decisão mais difícil que já tomou?
  17. Considera-se capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?
  18. Como você acredita que pode contribuir para a empresa?  
  19. Você se considera proativo?
  20. Fale um pouco de seus empregos anteriores, de sua experiência profissional.