Categorias
Vagas de emprego

Jovem Aprendiz [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Jovem Aprendiz? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de um novo emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.

Categorias
Vagas de emprego

Sine [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Sine (que agora se chama Trabalha Brasil)? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de um novo emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.

Categorias
Vagas de emprego

Vagas.com [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Vagas.com? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de um novo emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.

Categorias
Vagas de emprego

Indeed [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Indeed? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de um novo emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.

Categorias
Vagas de emprego

Catho [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Catho? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de um novo emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.

Categorias
Vagas de emprego

InfoJobs [2021]: Descubra As Vagas Que Pagam Mais

Vai disputar uma vaga no Infojobs? Então você está no lugar certo!

Selecionamos algumas técnicas que têm eficácia comprovada por especialistas em RH. Elas te ajudarão a encontrar as oportunidades que pagam mais (na sua área de atuação).

Neste artigo iremos revelar:

  • O que fazer antes de se cadastrar;
  • Como descobrir se você está realmente preparado(a) para disputar a vaga que deseja;
  • Como utilizar sua rede de contatos a seu favor;
  • Como usar o seu perfil para gerar vantagens competitivas em relação a outros candidatos;
  • Quais são as etapas do processo seletivo e como superar os seus concorrentes em cada uma delas;
  • Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para o dia da entrevista;
  • Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato.

O que fazer antes de se cadastrar?

Antes de cadastrar, você precisa ter um currículo perfeito.

Para isso, veja algumas dicas:

  1. Dados pessoais: mantenha seus dados pessoais sempre atualizados.
  2. Objetivo profissional: este é o campo mais importante, pois costuma ser a primeira checagem do recrutador. É aqui que ele verificará se os seus objetivos profissionais atuais estão alinhados com a vaga.
  3. Formação acadêmica: coloque sempre do curso mais atual para o mais antigo.
  4. Experiências profissionais: coloque da mais recente para a mais antiga (e não precisa colocar todas). Além disso, é fundamental colocar datas, cargo, responsabilidades e o mais importante: resultados! Exemplo: responsável por uma equipe de X funcionários; Participou do projeto X e conseguiu X% de aumento no número de clientes.
  5. Número de páginas: se você for um profissional com menos de 5 anos de experiência, uma página é mais do que suficiente. Para quem tem mais anos de experiência, é importante selecionar as informações mais relevantes e procurar inserir em duas páginas.
  6. Não coloque foto: por mais lindo(a) que você seja, nem pense em fazer isso, ok? Currículo não é perfil de rede social.
  7. Utilize um e-mail profissional: utilize um e-mail que, preferencialmente, informe seu nome e sobrenome. Exemplo: [email protected]
  8. Não informe documentos desnecessários: número do RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor não precisam constar no seu currículo.

Como descobrir se você está realmente preparado para disputar a vaga?

Disputar uma vaga é realmente desafiador, não é mesmo?

No processo seletivo, uma das perguntas mais decisivas (uma vez que elimina muitos candidatos) é:

Por que eu devo te contratar?

Para qualificar os seus argumentos na entrevista de emprego, siga os seguintes passos:

  • Pesquise e conheça a história da empresa;
  • Fale sobre você, suas principais qualidades profissionais e como seu conhecimento pode ajudar a empresa a alcançar os objetivos e metas que você descobriu na sua pesquisa;
  • Destaque os pontos positivos da empresa (inclusive falando sobre os motivos que fazem você acreditar que ela tem potencial para crescer ainda mais);
  • Enfatize por que essa vaga chamou sua atenção em meio a tantas outras;
  • Demonstre conhecimento sobre o cargo em questão;
  • Demonstre que você procura crescimento profissional e pessoal com a oportunidade (e que pretende evoluir dentro da organização).  

Como utilizar sua rede de contatos para fazer seu currículo chegar nas mãos da pessoa certa?

O networking está baseado em relações de troca, nas quais você ganha benefícios, mas também oferece.

É muito bom também cultivar bons contatos com colegas e chefes após desligamento com a empresa. Isso mostra como as pessoas são essenciais para você e podem lhe ajudar na conquista de uma nova posição. 

É importante também usar as redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) para fazer networking e divulgar seu trabalho para as pessoas certas. Crie um perfil bem construído, repleto de postagens sérias e relacionadas à sua área de interesse. Assim, certamente, o recrutador terá uma boa impressão.

Na hora de buscar um novo emprego e participar de um processo de seleção, tente apagar qualquer postagem polêmica que possa repercutir negativamente.

Como seus concorrentes estão usando as redes sociais para te tornar invisível e aparecer para as empresas antes de você?

Se você usa uma conta gratuita de um site de emprego, provavelmente você está ficando atrás da concorrência.

Isso acontece pois o algoritmo que decide quem vai aparecer primeiro irá priorizar os clientes pagantes da plataforma, por um motivo óbvio.

Sabemos que uma pessoa em busca de emprego está, possivelmente, passando por um mau momento financeiro. Mesmo assim, considere uma conta paga em um site de vagas como um investimento (e não um gasto).

Praticamente todos os sites oferecem a possibilidade de criar uma conta paga (“Premium”) para que você tenha acesso a recursos especiais visando melhor visibilidade e presença.

Com uma conta paga, é possível ter:

  • Uma audiência maior para seu currículo;
  • Uma análise de currículo;
  • Um consultor online para tirar dúvidas em relação à carreira e currículo;
  • Uma elaboração de currículo e carta de apresentação;
  • Uma simulação de entrevista.

Como seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar de você em um processo seletivo?

Seus concorrentes usam as redes sociais para ganhar destaque no processo seletivo? Com certeza!

De acordo com o Felipe Harmel, da empresa Yoctoo, especializada no recrutamento de profissionais de TI, para causar uma boa impressão durante uma entrevista de emprego é preciso equilibrar as habilidades técnicas com as comportamentais e demonstrar conhecimento sobre a empresa contratante. 

E é na parte “seu conhecimento” sobre a empresa (e “sua relação” com a empresa) que seus concorrentes podem estar saindo na sua frente.

Além de usar os meios tradicionais para obter informações sobre a empresa, eles acessam as redes sociais da marca. Nas páginas e perfis:

  • Aprendem sobre sua história;
  • Entendem o que ela faz;
  • Em que mercados atua;
  • Qual seu posicionamento estratégico, público-alvo, produtos, serviços, missão, visão e valores;
  • E também se relacionam com a marca através de curtidas, comentários inteligentes, compartilhamento de conteúdos e muito mais.

Segundo Felipe Harmel, “….ambientes de comunicação em que a marca fala de si mesma são os mais indicados para descobrir o posicionamento e a cultura organizacional.”.

nos ambientes externos, não controladas pela companhia, é possível saber:

  • Quais as últimas notícias da empresa na imprensa?
  • O que está acontecendo nos principais mercados de atuação?
  • Existe algum acontecimento nacional ou internacional que impacte o mercado em que ela atua?

Ao usar ferramentas certas, você terá o conhecimento necessário para contextualizar suas respostas durante o processo seletivo. E, consequentemente, ter um desempenho superior aos seus concorrentes frente ao recrutador.

Quais são as etapas do processo seletivo e como superar seus concorrentes em cada uma delas?

O vídeo possui 3 partes. No Youtube você encontrará as partes 2 e 3 (nos vídeos relacionados).

A disputa por vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Muitas vezes, são recrutados centenas de candidatos para o preenchimento de uma única vaga.

Para você se sair bem diante dos concorrentes, é preciso estar familiarizado com pelo menos algumas etapas do processo seletivo. São elas:

  1. Definição do perfil
  2. Desenvolvimento do perfil
  3. Divulgação do perfil
  4. Triagem ou seleção
  5. Contato com o candidato
  6. Entrevista individual
  7. Negociação salarial e contratação
  8. Conclusão

Quais são as táticas de argumentação mais poderosas para gerar vantagens em relação aos concorrentes no dia da entrevista?

O mais importante em uma entrevista de emprego não é “O QUE” o candidato vai falar, mas sim “COMO” ele vai falar.

Neste importante momento do processo seletivo, saber usar a linguagem (falada e corporal) como elemento de persuasão pode ser definitivo para você se destacar.

No vídeo acima, a Adriana Cubas destaca o que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego. É muito importante que você assista o vídeo até o final, pois são dicas fundamentais para evitar falhas que podem te eliminar de imediato.

Como fugir das gafes que podem te eliminar de imediato?

O entrevistador não tem todo o tempo do mundo para te ouvir. Lembre-se: são muitos candidatos e poucas vagas!

Dessa forma, o entrevistador precisará eliminar rapidamente aqueles que não se encaixam no perfil desejado pela empresa.

No vídeo acima, a Danielle Silva, especialista em RH, revela 6 erros que você não deve cometer em nenhuma hipótese no processo seletivo.