Categorias
Empréstimo

Empréstimo Pessoal [2021]: Não Seja Enganado

O empréstimo pessoal pode ser utilizado como você quiser. Existem diversas opções para escolher, como empréstimo online e empréstimo consignado, e o pagamento pode ser feito de uma só vez ou em prestações mensais, com uma taxa pré ou pós-fixada.

Descubra neste post como conseguir um empréstimo e entenda quem pode pedir o crédito pessoal.

Como saber se a taxa do empréstimo pessoal é abusiva?

 

Muitas vezes os juros são praticados acima do que autoriza o Banco Central. Apesar disso, infelizmente o Brasil ainda não tem uma lei direcionada a juros abusivos.

De qualquer forma, o consumidor tem a seu lado algumas “brechas” e exemplos de decisões judiciais que ele pode utilizar para se fundamentar e se defender.

O ideal é sempre recorrer à jurisprudência (decisões anteriores sobre o mesmo tema), pois pode haver correções ainda que o contrato já tenha sido assinado.

No site do Banco Central o consumidor encontra uma ferramenta que pode lhe ajudar a fazer os cálculos dos juros: a “Calculadora do Cidadão”.

Como saber se o contrato do empréstimo pessoal tem cláusulas abusivas?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma revisão do contrato. Importante: isso é legal e permitido, ok?

Se não há uma definição clara na lei, você pode recorrer à jurisprudência – conjunto de decisões anteriores dos tribunais que podem servir de base para novos julgamentos – a fim de que o site ou instituição financeira que realizou a cobrança abusiva de juros revise o contrato e/ou devolva os juros abusivos. 

É importante que você esteja ciente de que nenhuma instituição pode cobrar juros que estão acima daqueles orientados pelo Banco Central.

Como saber se o banco está te cobrando taxas escondidas no empréstimo pessoal?

De acordo com o SERASA, toda pessoa que busca crédito deve observar não somente o valor das parcelas, mas também quais são os juros que serão cobrados.

Veja as principais formas de cobrar juros utilizadas por bancos e instituições financeiras: 

  • CET – Custo Efetivo Total: além da taxa de juros, recai também todas as tarifas (tributos, seguros e despesas que serão cobrados do indivíduo).
  • O IOF – Imposto sobre Operações Financeiras.
  • Tarifa de cadastro: é livre, cada empresa pode cobrar como quiser. 
  • Seguro: pode haver algum tipo de seguro para cobrir desemprego ou óbito do favorecido. 
  • Depósito antecipado: verdadeiro golpe das empresas. Completamente fora da legalidade.

Para ficar mais fácil, o consumidor pode buscar ajuda no site do Serasa eCred. Trata-se de uma ferramenta que indica qual crédito é o melhor, gratuitamente.

Quem pode pedir um empréstimo pessoal?

Para fazer um empréstimo online você precisa:

  1. Ser cliente de um banco, ou;
  2. Entrar em contato com uma instituição financeira (autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar como intermediária entre os bancos e os clientes).

Negativado pode pedir empréstimo pessoal?

Sim, é possível.

Existem bancos que oferecem empréstimo para negativados. Porém, a taxa de juros costuma ser maior pelo alto risco de inadimplência.

Quais são os documentos necessários para solicitar um empréstimo pessoal?

É necessário o cadastro de suas informações (no banco ou na instituição financeira) e documentos para análise de crédito, como:

  • CPF
  • RG
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda

Como seu “Serasa Score” influencia a aprovação do seu empréstimo pessoal?

O Serasa Score usa somente informações relevantes para a análise de risco de crédito.

Dessa forma, o consumidor só tem a ganhar com ofertas mais justas de juros para os empréstimos e financiamentos.

O que fazer se você contratou um empréstimo pessoal com cláusulas abusivas?

O ideal é o consumidor recorrer a uma Ação Revisional de Contrato:

Trata-se de um processo pelo qual se pede a revisão judicial das cláusulas de um contrato.

Dessa forma, serão analisadas todas as cláusulas, de acordo com o parecer técnico e, com isso, apurar se realmente há a existência de juros abusivos.

Como negociar um empréstimo pessoal para limpar o seu nome?

A melhor forma é seguir o passo a passo do Serasa Limpa Nome.

Para isso é preciso:

  1. Acessar o site do Serasa Limpa Nome.
  2. Digitar o seu CPF e clicar em “CONSULTAR”.
  3. Conferir suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso.
  4. Seguir os passos de negociação.
  5. Clicar em gerar o boleto.
  6. Realizar o pagamento.

Por que os bancos estão dando descontos de até 90% para devedores pagarem suas dívidas?

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC):

  • a maior parte das dívidas em aberto no país (53%) está ligada a instituições financeiras.
  • já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas.
  • o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências.
  • as contas de água e luz, por 10%.

Por esse motivo, os bancos estão fazendo essa mobilização, com o intuito de diminuir e até acabar definitivamente com a inadimplência. Ao mesmo tempo, oferece ao consumidor a oportunidade de limpar o seu nome.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *